{{menu.titulo}} EN
NOTÍCIAS

25/11/2019

IMO2020 - Novas taxas de combustível

A revisão do anexo VI da convenção MARPOL reduz o teor permitido de enxofre (SOx) dos combustíveis marítimos de 3,5% para 0,5% a partir de 1 de janeiro de 2020.

O que são SOx?

SOx significa óxidos de enxofre. O óxido de enxofre mais comum é o dióxido de enxofre (SO2).

A principal fonte de emissão de dióxido de enxofre é a queima de combustíveis fósseis. O dióxido de enxofre dissolve-se nas gotas de água das nuvens, fazendo com que a chuva seja mais ácida do que o habitual. A chuva ácida afeta o equilíbrio natural de rios, lagos e solos, com impacto na fauna e na vegetação.

Restrições no SOx e opções de conformidade

A partir de janeiro de 2020, o limite global de SOx nos combustíveis será de 0,5%, sendo que já existe o limite de 0,1% de SOx nas áreas de controle de emissões (ECA) atuais. Os combustíveis atuais (HFO – Heavy Fuel Oil, MGO – Marine Gas Oil e outros) têm um teor de enxofre muito superior a esses limites.

Existem três opções de conformidade para os operadores de transporte marítimo:

1. Instalar um scrubber de SOx

A tecnologia dos scrubbers consiste em passar o fluxo de gás libertado através de câmaras que contêm uma "nuvem de lavagem" de água. Esta opção permite continuar a utilizar HFO. No entanto, o retorno do investimento nesta tecnologia depende da diferença entre o preço do HFO e o preço do combustível com baixo teor de enxofre.

2. Usar combustível com baixo teor de enxofre

Mudar para combustível com baixo teor de enxofre tem um custo de investimento mais baixo que a opção anterior. Contudo, existe alguma incerteza quanto ao preço e disponibilidade de combustíveis com baixo teor de enxofre; portanto, espera-se que essa opção leve a custos de longo prazo mais altos que o investimento em scrubbers.

3. Mudar para GNL (Gás Natural Liquefeito)

Os navios movidos a GNL emitem menos 90% de SOx do que os combustíveis convencionais, estando sempre em conformidade com os limites de SOx. As desvantagens são o custo do investimento associado, a infraestrutura limitada e a incerteza no preço do combustível.

As novas sobretaxas de combustível

Todas as opções de conformidade mencionadas acima acarretam custos adicionais para os armadores e clientes. Alguns armadores estimam que esses custos excederão 2 mil milhões de USD por ano.

Alguns desses custos serão passados aos clientes, através da implementação de novas taxas de combustível, ou do ajuste de sobretaxas existentes. Estas sobretaxas entrarão em vigor a partir de 1 de dezembro de 2019, para cobrir os investimentos iniciais, como a instalação de scrubbers ou a preparação de tanques de combustível. Cada armador calcula essas sobretaxas de modo diferente, dado que os custos dependem de vários fatores, como as rotas comerciais e consumo de combustível nos navios.

Na Euroatla, estamos preparados para informar as taxas de combustível de qualquer rota de frete marítimo, bem como o impacto dessas taxas no custo total de transporte.

Para mais informações consulte o website da IMO ou fale connosco.